Outra vitória! Leandro marca pelo Botafogo após 13 anos e deixa o time pertinho das quartas de final

06/03/2014 10:02
Se a fase já era boa, ficou melhor ainda depois da vitória sobre o Atlético Sorocaba por 1 a 0, na tarde desta quarta-feira (05), que quebrou o jejum tricolor de 35 dias sem somar três pontos fora de casa. O triunfo do Botafogo da vez, pela 12ª rodada do Paulistão, foi conquistado no estádio Walter Ribeiro e encheu o time de moral para o clássico Come-Fogo deste sábado (08), às 18h30, no Santa Cruz. Afinal, o Bota, agora, vem de três vitórias consecutivas (sobre Penapolense, Palmeiras e Atlético Sorocaba) e disparou na liderança do Grupo B.
 
Com 25 pontos e contando com a forcinha do Comercial, que segurou o Ituano nos 21 pontos ao vencer por 2 a 0, o Pantera começa a mirar a classificação antecipada para as quartas de finais. A distância para o Corinthians, terceiro colocado, é de cinco pontos, o que que torna o Come-Fogo mais especial. Se vencer o Leão e o Timão tropeçar no dia seguinte diante do São Paulo, o Botafogo estará garantido nas quartas. Na classificação geral, o time ribeirão-pretano é o terceiro colocado - o melhor do interior com quatro a pontos a mais que a Ponte Preta.
 
Até o fim da primeira fase, o Botafogo ainda enfrentará Linense, fora de casa, dia 15, e São Paulo, em casa, dia 23. Além do clássico Come-Fogo deste sábado (08). O Atlético Sorocaba, por sua vez, parou nos nove pontos, na última posição do Grupo A e na 18ª no geral - o resultado foi benéfico para o Comercial.
 
Em Sorocaba, o único gol do jogo foi tricolor. Aos 19 minutos, o zagueiro Thiago Costa saiu jogando errado e deu a bola de presente para o meia Wellington Bruno. Ele serviu o atacante Marcelo Macedo dentro da área, que deu um inteligente toque para o meia-atacante Leandro apenas empurrar a bola, com o gol vazio. Leandro não marcava gol pelo Pantera desde 13 de maio de 2001, quando fez o gol de empate por 3 a 3 com a Ponte Preta que colocou o time na final do Paulistão.
 
Desesperado na fuga contra o rebaixamento, o Atlético Sorocaba teve chances de empatar, mas parou no goleiro botafoguense Gilvan. Aos 39 minutos, o meia Douglas Packer cruzou, o atacante Danilo Alves cabeceou, mas Gilvan fez monumental defesa. Embora tenha caído de produção no segundo tempo, o Botafogo ainda criou uma chance para ampliar com o volante Gilmak, que arriscou forte chute de fora da área, frontal, mas Fábio defendeu, aos 32.
 
Nenhum dos três jogadores do Botafogo que estava pendurado (Augusto Ramos, Henrique Mattos e Marcelo Macedo) recebeu cartão amarelo. Assim, o técnico Wagner Lopes terá time completo para enfrentar o rival Comercial na próxima rodada.
 
Ficha Técnica
ATLÉTICO SOROCABA 0 X 1 BOTAFOGO
Estádio: Wálter Ribeiro, em Sorocaba
Árbitro: Wélton Orlando Wohnrath
Auxiliares: Marco Antônio Gonzaga da Silva e Rafael Tadeu Alves de Souza
Adicionais: Marcelo Prieto Alfieri e Leandro Carvalho da Silva
Cartões Amarelos: Matheus (AS); César Gaúcho, Vitor e Rafael Caldeira (BOT)
Gols: Leandro 19'1º (0x1)
 
ATLÉTICO SOROCABA
Fábio; Fabinho Capixaba, Thiago Costa, Danilo Santos (Alex Willian) e Matheus (Róbson); Fernando, Chaba, Douglas Packer e Marcinho (Romarinho); Michel e Danilo Alves
Técnico: Roberto Cavalo
 
BOTAFOGO
Gilvan; Daniel, Henrique Mattos, César Gaúcho e Augusto Ramos; Gilmak, Léo (Diogo), Leandro (Vitor) e Wellington Bruno; Marcelo Macedo e Afonso (Rafael Caldeira)
Técnico: Wagner Lopes
 
Rafael Gonçalves


*Exercite a ética jornalística. Cite a fonte.
Voltar

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!