Caiu em casa! Botafogo sofre goleada e encerra esperanças de ser campeão do Troféu do Interior

05/05/2013 14:31
A triste sina de sofrer goleada na reta final do campeonato fechou a história do Botafogo no Paulistão de 2013. Na tarde deste sábado (04), no estádio Santa Cruz, o Tricolor encerrou as suas possibilidades de se tornar campeão do interior ao perder do Penapolense por 4 a 1, no jogo único da semifinal do Troféu do Interior.
 
Antes de entrar em campo, o Botafogo havia perdido do XV de Piracicaba por 4 a 1, na última rodada da primeira fase, e do Mogi Mirim por 6 a 0, nas quartas de final. Assim, computou 14 gols sofridos nos últimos três jogos do Paulistão.
 
Eliminado, o Botafogo passará a se concentrar na formação do elenco para a Série D do Brasileiro, campeonato em que estreia no dia 2 de junho contra o Juventude (RS), no estádio Santa Cruz. O Penapolense, que também está na Série D, aguarda o vencedor de Ponte Preta e Linense para disputar a final do Troféu do Interior em duas partidas.
 
Com vários desfalques em campo e até no banco de reservas (o preparador-físico Luiz Fernando Paião atuou como técnico interino pela saída de Marcelo Veiga), o Botafogo pouco fez. E sofreu o gol aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio, o centroavante Magrão, que já jogou no Bota, subiu sozinho para cabecear para as redes. A felicidade do Penapolense, porém, durou pouco. Aos 15, o lateral Daniel cobrou falta, a bola passou por todos os jogadores e entrou no canto oposto do goleiro Marcelo.
 
O Penapolense voltou a atacar com eficiência aos 24 minutos, mas Magrão não aproveitou cruzamento preciso de Rodrigo Biro e mandou a bola, de cabeça, para fora.
 
Foi no segundo tempo que o time adversário encontrou mais facilidade ainda, em virtude de expulsões de botafoguenses e de um erro do árbitro Paulo César de Oliveira, que não marcou pênalti em cima de Dimba aos cinco mintuos. Aos 16, Zé Antônio agarrou Rodrigo Biro na área e recebeu cartão vermelho. Guaru cobrou a penalidade e fez o segundo.
 
Luiz Fernando Paião mudou diversas peças na tentativa de colocar o Botafogo em busca do empate, mas o time naufragou. Em outro erro da zaga botafoguense, Éric ficou sozinho na entrada da área e tocou a bola por cobertura para fazer um golaço, aos 35 minutos.
 
Em seguida, Daniel derrubou Guaru na área e também foi expulso. O próprio Guaru cobrou mais um pênalti e decretou a goleada de 4 a 1 que classificou o Penapolense para a final do Troféu do Interior.
 
 
Ficha Técnica
BOTAFOGO 1 X 4 PENAPOLENSE
Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto-SP
Público: 1.661 pagantes / Renda: R$ 14.422,00
Árbitro: Paulo César de Oliveira
Auxiliares: Émerson Augusto de Carvalho e João Edilson de Andrade
Cartões Amarelos: Raí e Alemão (BOT); Guaru e Fernando (PEN)
Cartões Vermelhos: Zé Antônio e Daniel (BOT)
Gols: Magrão 13'1º (0x1), Daniel 15'1º (1x1), Guaru (P) 18'2º (1x2), Éric 35'2º (1x3) e Guaru (P) 38'2º (1x4)
 
BOTAFOGO
Rafael; Igor, Luis Henrique e Preto Costa; Daniel, Zé Antônio, Alemão, Otacílio Neto (Paulo Roberto) e Raí; Dimba (Fábio Gama) e Naoh (Francis)
Técnico: Luiz Fernando Paião (interino)
 
PENAPOLENSE
Marcelo; Luis Felipe, Perez, Gualberto e Rodrigo Biro; Heleno, Liel, Fernando e Guaru (Daniel); Magrão (Éric) e Fio (Geuvânio)
Técnico: Pintado
 
Rafael Gonçalves

 

Voltar

Escreva seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!