Com direito a golaço! Árbitro complica ao distribuir cartões, mas Comercial vence Ituano e sai do Z4

06/03/2014 10:31
Foram sete rodadas no desespero, figurando entre os quatro piores times do Paulistão, colecionando derrotas e sofrendo com a falta de pagamento de salário. Entretanto, tudo mudou na metade alvinegra de Ribeirão Preto. A vitória sobre o Ituano por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (05), no estádio Palma Travassos, tirou o Leão do Norte da zona de rebaixamento e deu ao time totais condições de permanecer na elite em 2015.
 
A festa na Joia só não foi maior em virtude de atuação do árbitro Thiago Duarte Peixoto, que inverteu algumas faltas e distribuiu cartões para os jogadores comercialinos. O volante Patrick e o meia Mateus, que estava pendurados, não poderão atuar no clássico Come-Fogo de sábado (08) por terem completado três advertências. O atacante Clebinho ainda foi expulso depois do jogo por ofender o árbitro e também nao joga. Na súmula, Peixoto relatou até os momentos em que foi xingado pela torcida que estava na arquibancada, fato comum no futebol.
 
Apesar do lado negativo do jogo, o Comercial comemorou os gols de Marcelo Toscano e Grafite (um golaço de fora de área) e os 11 pontos no Paulistão. Agora em 16º lugar, fora do Z4, o Leão ainda poderá passar o XV de Piracicaba nesta quinta-feira (06) em caso de vitória do Penapolense sobre o Nhô Quim - as campanhas de XV e Comercial são idênticas e é definida pelo menor número de cartões amarelos: 23 a 26 para o XV.
 
Com a saída do Comercial, o Linense passou a figurar na zona de degola ao ser goleado pelo Corinthians por 4 a 0. O Atlético Sorocaba, que perdeu do Botafogo, segue em 18º. O Oeste tem oito e, com dois pontos, o Paulista já está rebaixado para a Série A2 de 2015.
 
Contra o Ituano, adversário que o Leão não vencia desde a década de 50 (os confrontos voltaram a ser disputados em 1995), o primeiro gol foi de Marcelo Toscano. O atacante recebeu cruzamento do volante Patrick, contou com a falha do zagueiro Alemão, dominou, ajeitou e fuzilou rasteiro no canto esquerdo de Vágner. O goleiro chegou a tocar na bola, mas não evitou a abertura do placar, aos 10 minutos.
 
Ainda no primeiro tempo, aos 45, Grafite marcou um golaço. O lateral-direito aproveitou uma bola espirrada de cabeça por Anderson Salles, no setor direito de campo, observou o goleiro Vágner e mandou um "canhão" de perna direita. A bola entrou no ângulo a uma velocidade incrível. O jogador não conteve a emoção e chegou a chorar na comemoração do gol. O duelo ficou morno no segundo tempo, mas foi o suficiente para o Leão segurar a vitória.

Ficha Técnica
COMERCIAL 2 X 0 ITUANO
Estádio: Palma Travassos, em Ribeirão Preto
Público: 1.244 pagantes / Renda: R$ 18.692,00
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Auxiliares: Márcio Luiz Augusto e Fábio Rogério Baesteiro
Adicionais: Aurélio Sant'Anna Martins e Luciano Monteiro dos Santos
Cartões Amarelos: Marcelo, Leandrinho, Luiz Eduardo, Mateus, Xaves e Patrick (COM); Marcelinho (ITU)
Cartões Vermelhos: Clebinho (COM)
Gols: Marcelo Toscano 10'1º (1x0) e Grafite 45'1º (2x0)
 
COMERCIAL
Marcelo; Grafite, Luiz Eduardo, Edimar e Willian Simões; Xaves, Levi Silva, Patrick e Mateus (Marcone); Marcelo Toscano (Rodrigo Jesus) e Leandrinho (Clebinho)
Técnico: Vágner Benazzi
 
ITUANO
Vágner; Dick, Alemão (Luizão), Anderson Salles e Dener; Josa, Jackson Caucaia, Paulinho (Marcelinho) e Cristian (Jean Carlos); Rafael Silva e Esquerdinha
Técnico: Doriva
 
Rafael Gonçalves


*Exercite a ética jornalística. Cite a fonte.
Voltar

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!