Há 14 anos, garotada colocava o Botafogo na Série B do Campeonato Brasileiro

23/11/2010 11:23

Time de 1996 / Reprodução: Livro Botafogo - Uma história de amor e glórias

Um time recheado de jogadores pratas da casa fazia história em 1996. Há 14 anos, em um 24 de novembro, o Botafogo goleava o Figueirense-SC por 3 a 0 e conquistava o acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro. A vitória, que aconteceu no estádio Palma Travassos, casa do rival Comercial [Santa Cruz estava em reformas para o Paulistão], foi com dois gols do atacante Lucas e outro do também atacante Claudinho, todos no primeiro tempo.

Os 4.742 torcedores que pagaram ingresso e foram apoiar o Botafogo estavam com dúvida quanto ao acesso. No jogo de ida, realizado no estádio Olímpico, em Florianópolis-SC, o Tricolor havia sido derrotado por 2 a 0, perdeu os jogadores Jivago e Douglas [suspensos pelo terceiro cartão amarelo] e teria que golear em Ribirão Preto.

Com 36 minutos, porém, o Bota já vencia por 2 a 0, com gols do garoto Lucas aos 17 e 36. Quatro minutos depois, Claudinho fez a festa da galera com o terceiro gol na Joia. O técnico Zé Mário Crispim fechou a defesa, manteve o resultado e festejou o acesso.

Atacante Lucas / Reprodução: Livro Botafogo - Uma história de amor e glóriasEntre o elenco da Série C de 1996, o volante César [29 anos], o goleiro Ricardo Gomes [27], os atacantes Pichetti [28] e Claudinho [27], o lateral Japinha [24] e o meia Adriano [24] eram os mais velhos. O restante do grupo era composto por jogadores sub-20: Rodrigo Nozé tinha 22 anos; Daniel, Douglas e Jivago, 21; Adílson Balinha, Gustavo, Júlio César, Mateus, Rubens Cardoso, Tamer e Torrinha tinham 20 anos; Alex Bala, Cocito, Fabrício e Rogério, 19; enquanto que o atacante Lucas era o mais jovem. Com apenas 17 anos, marcou 10 gols na Série C e despontava para o futebol brasileiro.

Na final, o Bota perdeu para o Vila Nova-GO em Goiânia [2x1] e em Ribeirão Preto [1x0]. O jogo decisivo, no Palma Travassos, teve 10.168 torcedores pagantes. 

Ficha Técnica
BOTAFOGO 3 X 0 FIGUEIRENSE
Data: 24/11/1996
Horário: 17h00
Estádio: Palma Travassos, em Ribeirão Preto
Público: 4.742 pagantes / Renda: R$ 24.729,00
Árbitro: Sidrack Marinho dos Santos (SE)
Cartões Amarelos: Nílson, Renatinho, Vinícius, Zé Cley e Roger (FIG)
Gols: Lucas 17’1º, Lucas 36’1º e Claudinho 40’1º

BOTAFOGO
Ricardo Gomes; Japinha, Tamer, Rogério e Rubens Cardoso; Gustavo, Rodrigo Nozé (Fabrício) e Torrinha; Claudinho (Daniel), Adílson Balinha e Lucas.
Técnico: Zé Mário Crispim

FIGUEIRENSE
Carlos Alberto; Nílson, Gaúcho, Evandro e Renatinho; Vinícius, Marquinhos, Sandro Ventura (Adriano) e Zé Cley; Roger (Marcos Toloco) e Silva (Júlio César).
Técnico: Lauro Burilo

Rafael Gonçalves

Voltar

Escreva seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!